18 de abril de 2018

SOBRE O FESTIVAL

Festival está em sua 8ª edição e reúne mais de 100 artistas no palco do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, realiza de 19 de abril a 15 de julho o Goiânia Canto de Ouro. A proposta do festival, que está em sua 8ª edição, é mostrar ao público goianiense a MPB feita na capital, movimentando a cena cultural goiana.

O Goiânia Canto de Ouro reúne um total de 134 artistas entre cantores, cantoras e instrumentistas, no palco do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, para oferecer ao público, o melhor da MPB feita em Goiânia. “Se a gente somar todos os profissionais envolvidos na produção e técnica do festival, teremos algo em torno de 150 pessoas”, avisa Carlos Brandão.

Serão 13 semanas de shows com os maiores nomes da música local, além de artistas novos, mas já conhecidos de muita gente que frequenta atividades culturais em Goiânia. Os nomes que compõem o elenco deste ano foram selecionados via edital.

Paralisado de 2013 a 2016, o Goiânia Canto de Ouro foi retomado no ano passado pelo prefeito Iris Rezende e pelo secretário de Cultura Kleber Adorno. Com isso, os dois gestores reafirmam o compromisso da gestão com a Cultura.

Neste ano o festival mudou de formato, serão dois shows por semana, somando quatro apresentações: um elenco se apresenta na quinta e sexta; e outro no sábado e domingo. De quinta a sábado, o horário é às 21h. Aos domingos, 20h. Serão quatro cantores por noite, um que fará a abertura do show, e os outros três que, além de se apresentarem solo, interagem entre si.

O coordenador do Canto de Ouro, Carlos Brandão, pontua sobre a dimensão do festival, que segundo ele, é o maior evento de MPB do Brasil. “O Canto de Ouro é fundamental para a divulgação da MPB em Goiás, além de abrir espaços para novos artistas. Este ano, serão 26 novos talentos que se apresentarão no festival pela primeira vez”.

O secretário Municipal de Cultura, Kleber Adorno, destaca sobre a importância do Canto de Ouro, não só para os artistas como para a população goiana. “É um projeto democrático, coletivo, que estimula o talento, democratiza o acesso à boa música, forma público e desvela nossa identidade”.

O Canto de Ouro foi criado em 2008 e, desde então, cumpre sua tarefa de mostrar ao público goianiense e goiano, os artistas que fazem a Música Popular Brasileira, em Goiás.